Origens dos nomes de bandas!

Olá a todos,

Nest post irei escrever a origem dos nomes de algumas bandas mundo afora! Alguns bem interessantes, outro bem pouco óbvios…

Vamos a eles!

Abba – Formado pelas letras iniciais dos nomes dos quatro integrantes do grupo. Agneta Faltskog, Bjorn Ulvaeus, Benny Anderson e Anni-Frid Lyngstad. A palavra em si quer dizer Papai (ou paizinho) em hebraico.

AC/DC – A irmã de Angus e Malcolm Young, Margaret, criou o nome. Aparentemente ela achou a sigla em um eletrodoméstico, e achou que casava bem com a banda, visto que tinha a ver com eletricidade (AC/DC é um indicativo de corrente contínua e alternada). Depois descobriram que era também uma gíria que designava bissexuais mas já era tarde. São infundadas as versões de que o nome seria uma sigla para Anti-Christ/Dead-Christ (anticristo, cristo morto).

Aerosmith – O nome Aerosmith não significa absolutamente nada. Foi proposto por Joey Kramer e segundo Steven Tyler foi o único nome entre vários propostos que ninguém odiou.

Alice Cooper – Foi o nome da banda montada pelo vocalista Vincent Damon Furnier, que tomou o nome para si após a dissolução desta. O nome, segundo Vincent, foi inspirado por um espírito através de uma tábua de ouija (uma ferramenta para comunicação com os mortos semelhante ao “jogo-do-copo” difundido no Brasil). Alice Cooper teria sido uma feiticeira e uma das vidas passadas do vocalista.

Alice In Chains – Paródia masoquista de Alice no País das Maravilhas. A idéia inicial (que nunca chegou a acontecer) era de tocarem covers de Slayer usando vestidos.

Alien Ant Farm – Segundo o guitarrista Terry Corso: “Um dia eu imaginei como seria legal se um bando de alienígenas tivesse criado o planeta só para ficar nos observando, como uma fazenda de formigas (ant farm), e achei a idéia legal.”

Alter Bridge – A banda é de Detroit, cidade natal de Mark Tremonti. Alter Bridge é uma ponte que divide a cidade em dois; de um lado moram os ricos e bonitinhos e do outro lado os pobres e feios, por isso a capa do CD, de um lado claro e do outro lado sombrio.

Angra – O nome foi escolhido por duas razões: por ser um nome tipicamente brasileiro (dado à “Deusa do Fogo”) e por parecer o adjetivo “Angry” (em inglês, raivoso).

Audioslave – Primeiro, a banda foi batizada Civilian. Mas acontece que já existia uma banda de nome Civilian, e foi preciso procurar outro nome. Chris Cornell (vocalista) sugeriu Audioslave e ninguém na banda ousou discordar. Só que também já existia um Audioslave. Desta vez, a banda resolveu entrar em acordo com a banda homônima para continuar sendo Audioslave.

B. B. King – Abreviatura para “Blues Boy King”.

Bay City Rollers – Eles pegaram um mapa e cravaram uma tachinha cegamente. A tacha marcou a cidade de Bay City em Michigan.

Beastie Boys – Beastie quer dizer animalesco. Porém o nome dessa banda é na verdade um acrônimo para “Boys Entering Anarchistic States Toward Internal Excellence” (Rapazes Entrando em um Estado Anárquico Visando a Excelência Interna).

Beatles – Inicialmente em 1956, eles se chamavam the Quarrymen, tirado do nome da escola em que estudavam, the Quarrybank High School. Com esse nome, a banda formou seu núcleo com John, Paul e George. Até 1959, os três já haviam saído desta escola, portanto era uma questão de tempo até mudarem o nome da banda. Experimentaram vários nomes sem muita convicção como Johnny & the Moondogs mas só no final do ano resolvem pensar seriamente no assunto. O quarteto de Liverpool adorava Buddy Holly & the Crickets. O nome Cricket tem duplo sentido na Inglaterra. Lennon começou então a buscar outros insetos que pudessem ter um duplo sentido. Ele acabou chegando em beetles (besouros) escrito Beatles para fazer um trocadilho com beat music. Assim nasce the Beatles em final de 1959. Muito pouco tempo depois, o amigo Cas Jones do grupo Cas & the Casanovas achou o nome ruim pois a mentalidade da época era de que bandas precisam ter um nome grande e sugeriu, “Porque vocês não se chamam Long John Silver & the Beatles?”, uma alusão ao Long John Silver, o astuto pirata, personagem do livro A Ilha Do Tesouro. Inseguros, no dia de uma importante audição para uma futura excursão a Escócia, eles se apresentaram como the Silver Beatles e seus nomes artísticos se tonaram John Silver, Paul Ramon (donde os Ramones tiraram o seu nome), Carl Harrison (homenagem a Carl Perkins) e Stu de Stijl (homenagem a Nicolas de Stijl, pintor expressionista). Na bateria, no dia da audição, John Hutch e para a excursão Thomas Moore. Depois dessa excursão voltam a ser simplesmente the Beatles e nunca mais mudam.

Bee Gees – Como em BG’s, ou seja, Brother’s Gibb. Curiosamente duas pessoas que ajudaram o então quinteto australiano se chamam Bill Goode e Bill Gates

Billy Idol – Membro fundador da banda punk, Generation X de 1977. O nome artístico é um trocadilho com o adjetivo “idle” (vagabundo, indisciplinado) que caracterizavam o vocalista durante os anos de escola.

Biquini Cavadão – O grupo se formou no Colégio São Vicente de Paula. Tocando covers de Kid Abelha e Paralamas, receberam do amigo Herbert Vianna, a sugestão do nome do grupo. Herbert que impressionado com a juventude do grupo, que saia da adolescência, disse: “Se eu tivesse essa idade, tudo que eu queria era pensar em: mulheres, carros, biquini cavadão…”. Daí o nome.

Black Sabbath – Um Sabbath Negro é uma reunião de bruxas e feiticeiras. A banda se chamava Earth e resolveu assumir o nome de uma música composta por Geezer Butler, inspirada em um suspense do novelista Denis Wheatley.

Blind Guardian – Segundo Hansi Kürsch: “Nós gravamos nosso debut álbum, Battalions Of Fear, mas mudamos o nome da banda durante a gravação porque percebemos que todos que compravam nossas demos nas lojas encontravam na sessão de black metal, o que não era nosso objetivo. A razão para isso era o nosso nome, Lucifer’s Heritage, que não condizia como nosso estilo de música. Então nós entramos em nosso estúdio e fizemos uma lista com nossos nomes favoritos para sugestão. Por alguns dias nós nomeamos como – devido a uma música do Metallica – Battery, mas nossos amigos mencionaram que não era uma boa idéia. Nós pegamos uma outra sugestão Raging Waters – devido à famosa música do Testament – mas nós escolhemos a minha sugestão.”

Blink-182 – Eles queriam se chamar Blink mas já havia uma banda Irlandesa com esse nome. 182 é a quantidade de vezes que Al Pacino diz a palavra “fuck” no filme “Scarface”.

Bob Dylan – Seu nome verdadeiro é Robert Zimmerman. Achando o nome excessivamente étnico e sendo grande admirador do poeta Dylan Thomas, ele mudou para Bob Dylan.

Bon Jovi – Mutação do verdadeiro nome do vocalista, John Bongiovi, Jr.

Burzum – Significa “Mais Trevas” na língua fictícia inventada por JRR Tolkien para seu livro “O Senhor Dos Anéis”. Essa banda de Black Metal está atualmente desativada pois seu fundador está descansando na penitenciária após ter assassinado Euronymous da banda Mayhem.

Chemical Brothers – Originalmente chamado de the Dust Brothers em homenagem aos produtores americanos até estes descobrirem e obrigá-los a mudar de nome. Mudaram para Chemical Brothers fazendo alusão a uma música do repertório, Chemical Beat.

Cinderella – Nome escolhido pela falta de conotação heavy metal.

Clash – Tirado de manchete do jornal “A Clash With Police”. Paul Simmon teve a idéia e todos concordaram.

CPM22 – Segundo o guitarrista Luciano Garcia: “CPM22 é a nossa caixa postal. No início, o nome da banda era só CPM. Daí os caras abriram uma caixa postal que, por coincidência, era de número 1022. Quando olharam, caralho, era Caixa Postal Mil e, se você colocar duas vezes o número dois, fica CPM22. O Wally sempre disse que queria que o nome do grupo não fosse algo que já existe. Queria um nome que, quando o pessoal ouvisse, lembrasse só da banda. Aí funcionou, porque CPM22 é bem a cara da gente.”

Cranberries – O nome original era Cranberry Saw Us, mutação de Cranberry Sauce (molho da fruta cranberry). Quando Dolores O’Riordan se juntou ao grupo ela sugeriu encurtar para The Cranberries.

Cream – O nome foi sugerido por Eric Clapton que costumava afirmar sobre a banda: “we are the cream” (nós somos a nata).

Creed – O nome da família em Pet Sematary de Stephen King.

Creedence Clearwater Revival – Segundo o baterista Doug Clifford: “Nós tínhamos o nome de Golliwogs, um nome que havia sido imposto por nosso empresário. Nós conhecíamos um cara chamado Credence Newball e nós gostamos do nome, mas chegamos a conclusão de que se nós usássemos o nome dele, ele iria nos processar. Então, não funcionou. Mas nós gostamos da idéia de “credence” (crença), por significar verdade e justiça, algo que nós como idealistas na época, nos identificávamos muito. A gente acrescentou a letra E no Credence para ficar totalmente diferente. “Clearwater” veio de um comercial da cerveja Olympia, que mostrava uma imagem de ventos indo e vindo, algo que possuía uma certa compatibilidade com o nosso ideal de “rumos abertos”. “Revival” era o renascimento de nós mesmos, nós não faríamos mais o que nosso empresário mandasse, ou coisas que não gostaríamos de fazer”.

Cult – O nome veio de uma manchete que Ian Astbury leu num jornal. Inicialmente se chamavam Southern Death Cult, depois Death Cult e finalmente apenas The Cult.

Cure – Originalmente, The Easy Cure (A Cura Fácil).

Dave Matthews Band – Eram “Dave Matthews and his band” enquanto não achavam um nome melhor. Uma noite alguém anunciou erroneamente The Dave Matthews Band e foram deixando. Depois com a popularidade, ficou difícil mudar.

David Bowie – Bowie é um tipo de canivete. Seu nome verdadeiro é David Jones. Ele mudou o nome em 1966 para não ser confundido com Davy Jones dos Monkees.

Deep Purple – A avó do Ritchie Blackmore gostava da música “Deep Purple” de Bing Crosby.

Def Leppard – Inspirado em um desenho que Joe Elliot fez de um leopardo sem ouvidos. Um leopardo surdo.

Deicide – Latim para deicida (o que ou quem mata deus).

Depeche Mode – Segundo o vocalista David Gahan: “Nós estávamos com alguns shows programados para o verão de 1980 mas não tínhamos um nome ainda. Eu estava cursando faculdade de moda e sempre vasculhava as revistas especializadas em busca de um nome. Uma dessa revistas era uma publicação francesa chamada ‘Dépechê Mode’ que significava ‘moda rápida’, e quando eu mostrei a revista pros outros integrantes, eles toparam na hora.” (Colaborou: Anamaria de Oliveira Fernandes)

Detonautas – Segundo a versão oficial retirada do site da banda: “O nome Detonautas surgiu da junção de detonadores com internautas, afinal, nos conhecemos em salas de chat da internet. Acrescentamos o Roque Clube um tempo depois, utilizando o “qu” na palavra Roque para representar a nacionalidade do grupo e o Clube para todos que quiserem fazer parte do nosso grupo sejam bem vindos.”

Dimmu Borgir – A banda é de black metal norueguês, porém o nome está em islandês e quer dizer “castelo negro”. Existe também uma montanha na Islândia com este nome.

Doors – Jim Morrison quando cursava a faculdade de cinema da UCLA resolveu fazer um duo musical com Dennis Jakob, que mais tarde trabalharia com Francis Ford Coppola (que por sua vez era colega de turma de Morrison), chamado “The Doors: Open and Closed (As Portas: Abertas e Fechadas)”, inspirado em versos de William Blake. A citação em questão segue assim: “If the doors of perception were cleansed, everything would appear to man as it truly is, infinite.”, “There are things that are know and things that are unknow; in between are doors.” (”Se as portas da percepção forem limpas, as coisas irão surgir como realmente são, infinitas”, “Entre as coisas conhecidas e as coisas desconhecidas existem as portas”). Uma possível fonte pode ser também o livro “As Portas da Percepção ou O Céu e o Inferno”, de autoria de Adoulx Huxley (autor do famoso “Admirável Mundo Novo”), onde ele relata suas experiências com a mescalina (tal substância, semelhante ao peiote e ao LSD, produz um efeito alucinógeno tão forte que as reações da pessoa oscilam rapidamente entre paz ou terror espiritual, daí o sub-título “Céu e Inferno). Este livro era muito lido e comentado nos anos 60 e certamente influenciou Morrisson na escolha do nome: The Doors. Mais tarde quando Jim conheceu Ray Manzarek sugeriu o nome The Doors (As Portas).

Dream Theater – Originalmente chamados de Majesty, mudaram o nome para o de um teatro na vizinhança em Los Angles.

Eagles – Influenciado pelos Byrds e querendo um nome bem americano, Bernie Leadon conta: “Bem, nós todos queríamos um nome que fosse curto e conciso, que invocasse uma imagem. Nós achávamos que o nome seria muito importante. Todos estavam lendo Castaneda naquela época e queríamos um nome que tivesse alguma conotação mitológica. Frey queria um nome que pudesse servir para uma gangue de rua de Detroit e Henley estava envolvido com coisas indígenas. Todo mundo queria um nome simples e forte.”

Elton John – Tirado dos músicos Elton Dean and John Baldry. Seu nome verdadeiro é Reginald Dwight.

Elvis Costello – Sua bisavó realmente se chamava Costello e seu pai já usava o nome artístico Day Costello. A família na verdade se chamava MacManus.

Engenheiros do Hawaii – Tudo começou em 1984 na Faculdade de Arquitetura em Porto Alegre, onde o grupo estudava. Existia uma rixa entre o pessoal de arquitetura e engenharia. Os estudantes se envolviam em rixas curriculares, filosóficas, estilos de vidas, etc. Enfim, o pessoal da arquitetura inventou um apelido para acabar com os inimigos. “Todo estudante de arquitetura é meio arrogante, acha que os engenheiros estão abaixo. Tinha um pessoal na engenharia que usava aquelas roupas de surfista, e, para irritá-los, nós fazíamos questão de chamá-los de ‘engenheiros’ e, mais do que isso, ‘engenheiros do hawaii’, que é um paraíso meio kitsch”. Na época, havia uma explosão de bandas punk, todas com nomes heróicos entre elas: Cavaleiros do apocalipse, Virgens Nucleares, Titãs, etc. Disse Humberto: “Sempre me assustou essa coisa heróica da música pop, porque te leva a ser meio semideus. Engenheiros do Hawaii era um nome desmistificador, ninguém nos levaria muito a sério. É um nome que até hoje nos protege de nos encararem como sacerdotes”.

Extreme – Inicialmente chamado de Dream até descobrir outra banda com esse nome. Enquanto imaginavam algo em torno de ex-Dream chegaram a Extreme. Segundo o baterista Paul Geary: “O nome do nosso grupo tem muito a ver com o nosso som. De Prince a Led Zeppelin, nós tínhamos uma ampla gama de influências”.

Faith No More – Fé Nunca Mais. O nome anterior era Sharp Young Men, que depois mudou para Faith No Man quando seu crooner era Mike “The Man” Morris. Quando Morris saiu em 1982, evoluíram para Faith No More.

Foo Fighters – Gíria originada durante a Segunda Guerra Mundial significando UFO’s (OVNI’s). A palavra Foo é uma corruptela do francês “feu” significando “fogo” ou “fou”, significando “insano”. Dizem que tudo começou quando um grupo de pilotos da aeronáutica tentaram atirar em possíveis UFO’s.

Guns N’Roses – Tirado dos nomes de Tracii Guns e Axl Rose ou de suas respectivas bandas, LA Guns e Hollywood Roses.

Helloween – Trocadilho com hell (inferno) e halloween (festa americana do dia das bruxas).

Iron Maiden – O nome “Iron Maiden” foi tomado do filme “The Man in The Iron Mask”. A “donzela de ferro” é um instrumento de tortura composto de uma caixa repleta de lanças pontiagudas em seu revestimento interior onde o condenado era trancafiado. “Donzela de Ferro” é também um dos apelidos da ex-primeira ministra inglesa Margareth Tatcher.

Jane’s Addiction – O Vicio da Jane. Duas versões. Jane seria um ex-empresário viciado ou uma prostituta que adorava a banda quando eles ainda estavam começando. Desta forma, a banda seria o vício de Jane.

ethro Tull – Foi o nome de um fazendeiro inglês que inventou uma técnica agrícola nova no século XVIII que deu origem ao arado de hoje. A banda vivia mudando de nome a cada show (Navy Blue, Bag of Blues, Ian Henderson’s Bag of Blues) até começaram a dar sorte com o nome Jethro Tull.

Judas Priest – Sacerdotes de Judas. Nome tirado da canção “The Ballad of Frankie Lee and Judas Priest” de Bob Dylan.

Kiss – Significa Beijo. O nome foi escolhido por soar perigoso e sexy. O acrônimo “Knights In Satan’s Service” (”Cavaleiros a Serviço de Satã”) foi uma inteligente e lucrativa maneira para ajudar evangelistas a colocarem o medo de Deus no homem comum.

Led Zeppelin – O baterista do the Who, Keith Moon, achou que a banda de Jimmy Page, que ainda se chamava The New Yardbirds, era pesada como chumbo e flutuava como um Zepelim. Daí Lead Zeppelin (Zepelim de Chumbo). Um Zepelin trata-se de um balão dirigível em forma de charuto. Mais tarde o nome foi mudado para Led Zeppelin para não ter dúvidas quanto à pronúncia.

Linkin Park – A banda se chamava “Hybrid Theory”, mudou o nome para “Linkin Park” por questões legais porque já existia uma outra banda com esse nome. Eles escolheram esse nome porque o Chester Bennington (vocalista) costumava dirigir pelo Lincon Park em Santa Mônica (que era uma vizinhança onde os desabrigados costumavam ir) e esse nome ganhou a atenção de todos por sua boa sonoridade. Eles mudaram alguma coisinha no nome porque assim eles poderiam comprar o domínio pois o linconpark.com era muito caro.

Manowar – Uma referência a man (homem) e war (guerra). Foi também nome de um famoso cavalo de corridas. É também um termo usado para designar navios de guerra.

Megadeth – Depois de sair do Metallica, Dave Mustane formou sua banda e a batizou com um nome inspirado no termo militar “megadeath”. Uma megadeath é a morte de um milhão de pessoas, portanto, exemplificando, a Segunda Guerra Mundial obteve 80 megadeaths.

Melvins – Termo em inglês para a velha brincadeira de chegar por trás de um sujeito e puxar sua cueca pra cima o máximo possível. Isso se chama “dar um melvin”.

Metallica – Lars Ulrich ajudava um amigo bolar o nome de um metal fanzine. Uma das sugestões foi Metallica que não foi aproveitado para a revista. Lars então pegou para ele.

Motorhead – Cabeçote de motor. Gíria para quem está sempre tomando anfetamina e nome de uma poderosa anfetamina que o vocalista Lemmy usava quando fazia parte da banda Hawkwind. Era também o nome de uma das músicas deste seu primeiro grupo.

Mutantes – Segundo Sérgio Dias: “A gente lia muito ficção científica. Tinha um livro chamado O Império dos Mutantes, do Stefan Wul, e foi daí que veio o nome.”

New Order – “A Nova Ordem” como também “A Nova Ordem Mundial” são expressões muito usadas por Hitler antes e depois da Segunda Guerra Mundial. Se refere a Alemanha e Nazismo assim como “Joy Division”

Nickelback – Mike Kroeger (baixista) foi quem batizou a banda com o nome de Nickelback. Ele trabalhava em um café de Vancouver, onde o café custava $1,95 e sempre tinha que dizer “here’s your nickel back”. De tanto repetir isso, na hora que pediram sugestão do nome da banda, Mike falou “Nickelback” e todos aprovaram. (Colaborou: Leonardo Apolinário)

Nine Inch Nails – Trent Reznor achou que ficava legal as iniciais NIN quando escritas. O nome é referente ao tamanho dos pregos de um caixão.

Nirvana – Estado avançado de espírito na cultura hindú.

Nofx – Forma simplória para “no effects” (”sem efeitos”). Uma banda punk honesta não quer mesmo muita parafernália tecnológica no som.

Oasis – É o nome de um centro esportivo em Swindon, Inglaterra.

Offspring – Tiraram o nome do filme B “The Offspring – They Were Born To Kill” (Os Decendentes – Eles Nasceram Para Matar).

P.O.D. – Abreviação de “Payable on Death”. Palavra técnica usada nos bancos. Quer dizer que quando uma pessoa morre alguém vai herdar seu dinheiro. Então é necessário que essa pessoa morra para herdar e isso é uma referência à pessoa de Cristo, porque Ele morreu pelos homens.

Pantera – Eles eram chamados de Pantego, nome de cidade texana, antes de preferir a palavra portuguesa Pantera.

Pearl Jam – Uma das prováveis origens do nome Pearl Jam tem a ver com uma geleia (jam em inglês) feita pela avó de Eddie Veder (chamada Pearl) cuja composição incluía peyote. Outras versões informam que Pearl Jam seria gíria, significando esporra. Eles quase se chamaram de “Mookie Blaylock” em homenagem a um jogador de basquete.

Pink Floyd – O nome Pink Floyd é a junção dos nomes de dois antigos músicos de Blues, Pink Anderson e Floyd Council (Dipper Boy), que influenciaram Syd Barret. Syd nomeou a banda com o nome de um dos discos da dupla, The Pink Floyd Sound, mais tarde abreviado para Pink Floyd. Por pouco eles não se chamaram de “Anderson Council” ou “Megadeath”.

Pixies – O guitarrista que estava aprendendo inglês achou a palavra no dicionário, que quer dizer “fada”. Acharam engraçado um sujeito imenso como Black Francis sendo membro de uma banda chamado “Fadas”.

Police – Stuart Copeland teve a brilhante ideia de usar um nome que estaria TODOS os dias em TODOS os jornais de TODO o mundo. Que tal essa, como jogada publicitaria?

Queen – Segundo Freddie Mercury: “Eu sempre tive a idéia fixa de chamar a banda de Queen. Este era um nome muito forte, muito universal e imediato, tinha uma visão de potência e estava aberta a vários tipos de interpretação. Eu estava ciente da possível conotação gay ao nome, mas essa era apenas uma das várias ‘caras’ para o nome.”

Radiohead – Tirado da música “Radio Head” dos Talking Heads.

Rage Against The Machine – A primeira banda do vocalista Zack De La Rocha se chamava Inside Out, e chegou a lançar um CD. O nome do segunto CD desta banda seria Rage Against The Machine, mas esse segundo CD nunca chegou a ser lançado. Zack então aproveitou o nome para a sua nova banda.

Rainbow – Nome inspirado no Rainbow Bar & Grill, ponto-de encontro dos roqueiros em Los Angeles.

Ramones – O Beatle Paul McCartney usou o pseudônimo Paul Ramone durante a primeira excursão dos Beatles à Escócia. A banda tomou emprestado dele o sobrenome.

Red Hot Chilli Peppers – Pimentas vermelhas ardidas. Segundo Anthony Kiedis: “Eu acho que foi em 1983 o primeiro show em que nós tocamos e fomos chamados de Tony Flow and The Miraculously Majestic Masters of Mayhem. Logo após o show, nós chegamos a conclusão que o nome era uma droga. Depois de uma semana pensando em milhares de nomes, o Flea veio com a idéia do nome Red Hot Chili Peppers que parecia muito apropriado pois transmitia energia, cor e sons”.

REM – Trata-se da sigla para “Rapid Eyes Movements”, movimentos rápidos e espasmódicos dos olhos durante o sono que marcam o início dos sonhos.

Rolling Stones – Pedras Rolantes. Brian Jones escolheu o nome por causa da frase “A rolling stone gathers no moss” (Pedras rolantes não criam limo) e da música Rollin’ Stone, ambas frase e canção de Muddy Waters.

Rush – Estavam todos preocupados pois já tinham uma apresentação marcada porem ainda não tinham nome. O irmão mais velho de John Rustley deu como suggestão Rush.

Sepultura – Segundo o baterista Igor Cavalera: “Sepultura é um nome que eu e meu irmão (Max Cavalera) inventamos com 13 anos de idade. Como a gente morava em Belo Horizonte, uma cidade super conservadora, com uma igreja em cada esquina, achamos que um jeito de chocar na época era chamar a banda de Sepultura. Tiramos o nome de uma música do Motorhead, ‘Dancing on Your Grave’. Lembro que fizemos até um teste, nem existia a banda ainda, mas a gente falava que sim. Aí chegamos na minha avó: ‘Vó, nossa banda chama Sepultura’. Ela ficou apavorada! Daí, pronto, deu certo. Não tivemos nenhuma visão nem sonho para escolher o nome da banda. Foi mesmo uma coisa de dois moleques idiotas em BH.”

Sex Pistols – O nome da banda foi baseado no nome da loja de Malcolm McLaren (Sex). É também uma conotação para o pênis.

Silverchair – Homenagem híbrida juntando “Sliver” do Nirvana com “Berlin Chair” do You Am I.

Simply Red – Mick Hucknall trabalhava à noite como DJ. Quando alguém perguntou como gostaria de ser chamado, ele disse: ‘Just Red’ (’apenas vermelho’), um apelido de infância do cantor por causa de seu cabelo extremamente avermelhado. O gerente então perguntou: ‘Como assim?’. ‘Simply Red’ (’simplesmente Vermelho’), Mick respondeu.

Skid Row – Gíria para Sarjeta. O nome foi uma sugestão de Jon Bon Jovi. A banda iria se chamar Skip Rope (Pular Corda).

Slayer – Carrasco. Inspirado no filme “Dragonslayer”, muito embora no disco Divine Intervention você encontra os dizeres “Satan Laughs As You Eternally Rot” (”Satã Rir Enquanto Você Apodrece Eternamente”).

Smashing Pumpkins – Billy Corgan, vocalista, guitarrista e líder já deu várias explicações. O nome poderia ter vindo de uma piada sobre Halloween, que usa a abóbora (pumpkin) como símbolo. Em outra explicação, ele diz que Gene Simmons do Kiss apareceu em um sonho seu e disse “Joe Strummer is a pumpkin, drunken and smashed!”(Joe Stummer é uma abóbora bêbado e chapado). Mas o que ele mais afirma é que o termo smashing é usado no sentido de “arrasador”, não como um verbo conjugado. O certo é que sua cidade natal é produtora de abóboras e há quem diga que o nome (Esmagando Abóboras) é uma vingança a um comentário de uma ex-namorada que teria lhe dito que ele não realizaria nada na vida e jamais conseguiria sair da cidade.

Soulfly – Alma Voa. Max Cavelera homenageou seu afilhado falecido.

Steppenwolf – “Lobo da Estepe”, nome baseado no livro homônimo do escritor alemão Herman Hesse.

Sting – Quando ainda tocava em uma banda de jazz, Gordon Summers usava uma camisa amarela com listas pretas que mais lembrava uma abelha. Seu apelido Sting (ferroada) veio dali.

Stryper – Tirado de texto biblico encontrado em Isaias 53:5.

System Of A Down – O nome vem de um poema do guitarrista, Daron, chamado Victims Of A Down. System foi escolhida por ser uma palavra mais forte.

Textículos de Mary e a Banda D’as Cachorras – O nome “Textículos de Mary” apareceu de uma história contada pela própria banda: Numa madrugada, Mary (um travesti que fazia ponto no centro de Recife) foi espancada e abandonada por quatro sujeitos até ficar ensangüentada no banheiro. Deprimida e arrasada pela situação, pegou a gilete que escondia na boca e arrancou a própria genitália, largando-a no banheiro e desaparecendo. Misturada com urina, esperma e bactérias encontradas no banheiro, a genitália sofreu uma reação e surgiram três travestis mutantes. Quando eles saem para a cidade, ficam impactados com a loucura e começam a afugentar as pessoas. Os únicos que conseguem aceitar essas três criaturas são os viciados, os meninos de rua, as prostitutas, os travestis… toda essa escória social.

Toto – Segundo a versão oficial: “Quando estávamos pensando num nome pra banda, dissemos: precisamos de um nome como Toto, bem simples, fácil de lembrar e facilmente identificável em qualquer língua, na qual se você ouvir uma vez, você vai se lembrar pra sempre.”

U2 – Modelo de avião usado para espionagem desenvolvidos pelo governo americano. Bono declarou certa vez que o nome vem da idéia de interatividade com o publico, “You Too”, Você Também.

Ultraje à Rigor – Durante uma festa em que se apresentavam, Roger pensou em Ultraje, mas achou punk demais para a época. Resolveu perguntar a Edgard Scandurra (então guitarrista da banda), que chegou no meio da conversa e, sem entender direito a pergunta, disse: “Que traje? O traje a rigor?”

Van Halen – Trata-se realmente do sobrenome dos irmãos fundadores da banda, descendentes de Holandeses.

Velvet Underground – Nome de livro sobre hábitos sexuais bizarros da sociedade americana. Antes a banda se chamou “Primitives” e “Warlocks”.

Venon – Veneno de Cobra.

W.A.S.P. – Famoso acrônimo para “White Anglo Saxon Protestant” (”Protestante Anglo-Saxão Branco”) que representa o americano “comum”. A banda acena com “We Are Sex Perverts” (”Nós Somos Pervertidos Sexuais”).

Who – Eles se chamavam The High Numbers e chegaram a lançar um compacto assim embora insatisfeitos com o nome. A lenda conta que o pessoal estava bombardeando nomes possíveis até que alguém que já estava ficando surdo para as idéias, retrucou “Os Quem?”

Yes – Segundo Jon Anderson: “Queríamos uma palavra que inspirasse uma forte convicção no que estávamos fazendo. Tínhamos que ter um título forte e correto para a banda”.

ZZ Top – De acordo com o livro “Z.Z Top: Bad and Worldwide”, o nome foi inspirado num poster do bluesman texano chamado Z.Z. Hill. Queriam também um nome que sugerisse o melhor (”top”).

Então era isso, bandas de todos os estilos dentro do rock!

Se achou interessante comente e divulgue!!

Abraçs

12 Respostas to “Origens dos nomes de bandas!”

  1. monica ilha albornoz Says:

    Uau..!!Adorei… mas e a origem do nome da banda Black School e Abductor???? bju

    • Era “Black Skull” hehe significa caveira preta, e foi o Raoni e o Rato abrindo o dicionário em qualquer lugar e juntando as palavras hehehe

      A Abduktor foi porque queriamos um nome ligado à ovnis, E.Ts, etc.. porque é a temática da maioria das músicas.

      Bjsss

  2. Muito Bom !!! Cara o teu blog é bem interessante ( só falta falar alguma coisinha de ovnis..) hehehe

  3. Caramba, adorei!! *-*
    Eu não sabia o significado de nenhum nome de banda, só do Nickelback, acho. hehe
    E ‘Evanescence’ , qual é a origem desse nome?

  4. Parabéns cara… bela lista de bandas e significados. Vendo os comments já vi que por aqui rola dois assuntos que gosto… o Rock, e também vou ficar no aguardo de algo relacionado ao tema ovni. Abraço.

  5. Lista muito boa, Parabéns. Na maioria das listas sempre falta alguma coisa, mas na minha opinião esta lista esta completa.
    AH!! e seu blog parece ser bem interessante, ainda não olhei direito mas pretendo.

  6. falto o kiss!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: